Investigador português recebe 1 milhão de euros para estudar complicações pulmonares

O investigador Agostinho Carvalho, do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) da Escola de Medicina da Universidade do Minho, foi distinguido com uma bolsa de um milhão de euros.

Este prémio foi no decurso do primeiro concurso da “Iniciativa Ibérica de Investigação e Inovação Biomédica, i4b”. promovido pela Fundação “la Caixa” a pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Com esta verba milionária a equipa liderada por Agostinho Carvalho pretende identificar novos biomarcadores que mostrem a suscetibilidade das pessoas com doença pulmonar obstrutiva crónica para desenvolverem uma reação alérgica ao fungo Aspergillus.

O cientista procura melhorar a prevenção, identificação e tratamento desta doença através de estratégias de medicina de precisão, ao mesmo tempo que pretende recuperar a qualidade de vida dos doentes. Deste modo, quer desenvolver abordagens de medicina de precisão em que determinado teste de diagnóstico ou terapia pode ser aplicado ao perfil de cada pessoa.

Mais informação