Uso de antidepressivos associado a aumento do risco de morte e hospitalização na DPOC

O uso de antidepressivos em pessoas com DPOC está associado a um aumento de 20% na probabilidade de morte e um aumento de 15% na probabilidade de hospitalização devido a sintomas da doença, revela um novo estudo publicado no European Respiratory Journal.

Este trabalho sugere que entre adultos com DPOC, quem comece antidepressivos serotoninérgicos tem maiores taxas de hospitalização, idas à urgência e mortalidade relacionada a condições respiratórias, bem como uma maior taxa de morte global. Apesar de que este estudo não mostre uma relação cabal de causa e efeito, sugere uma forte associação.

Devido à natureza da doença, mais de 70% dos doentes com DPOC também referem sintomas de humor e ansiedade. Em declarações na imprensa especializada um dos investigadores refere que “os resultados do estudo não devem causar alarme entre aqueles que usam estes medicamentos, mas sim aumentar a vigilância dos doentes e dos médicos”. O médico referiu ainda esperar que o estudo estimule uma maior ponderação ao prescrever esses medicamentos e uma maior atenção aos seus efeitos colaterais adversos.

Mais informação